quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Descobrindo


É estranho, mas sempre ficava com a pulga atrás da orelha quando pensava em fazer um exame de HIV, sei lá.. no fundo eu sabia que tinha feito "cagadas" algumas vezes e que esta chance existia, mas como todos dizem, nunca pensamos que pode acontecer com a gente. Mas acontece.
Depois de quase um mês com problemas intestinais fui ao médico, ele pediu uma bateria de exames, e entre eles o de HIV. Estava feito, agora não poderia voltar atrás...fiz.
Me lembro de ler em uma placa no laboratório que quando o teste da positivo, você repete para confirmar. Guardei aquela informação e fui embora. Dias depois volto lá e descubro que tenho que repetir um dos exames, justamente ele.
Acredito que foi uma das piores semanas da minha vida, tive que trabalhar normalmente, mas não adiantava, não estava nada normal. Alguns poucos amigos sabiam do ocorrido e estavam torcendo por mim, temendo por mim.
O resultado só sairia no dia 7 de dezembro, mas acordei no dia 3 e resolvi olhar na internet. Estava lá o resultado estampado, a confirmação.
Aquele momento em que tudo fica paralisado, em que os sonhos se desmoronam bem diante dos seus olhos. Momento em que as reações, palavras e sentidos ficam congelados...só não me lembro por quanto tempo.
Tocou o telefone, era uma amiga do outro lado, dou a notícia, não escuto mais nada, não digo mais nada. Nem as lágrimas conseguem descer. Depois soube que ela chegou a desmaiar dentro do ônibus.
Mais tarde outro amigo chega...silêncio.
No final do dia corro para o mar, choro... choro por mim, pela minha família, pelos meus amigos, pelos meus sonhos, pela doença. Levanto a cabeça, ela bem pesada com tantos pensamentos confusos, volto pra casa.

2 comentários:

Anônimo disse...

Voce se recorda de ter passado pela fase da infecção aguda?

C. disse...

Acabei de abrir o envelope com os resultados de uma bateria de exames, que realizei recentemente.
E logo na primeira pagina, como um tapa na minha cara, um tapa no fio de esperança ao qual me apegava, dizia "reagente para hiv positivo"(sim, eu fiz muita besteira). Há uma carta que pede (convoca) para eu repetir o exame de hiv.
Me sinto apático. Não sei o que sentir. Não sei como vai ser daqui pra frente. Me sinto só. Lembrei que havia lido sobre o seu blog, há algum tempo...
Espero ter a sua força.
Abraços.
C.