domingo, 7 de novembro de 2010

Cedo ou Tarde?


Não escondi de ninguém a minha vontade de ficar no grupo que não tomaria os remédios...mas ao mesmo tempo em que quando me perguntavam: " Você quer que eu reze para você cair em qual grupo? " eu respondia: " Não sei...no que for melhor pra mim!".
Dito isso acordei na quarta-feira e no ônibus deu um baque, eu sabia em que grupo estava...sentia. Cheguei no hospital, meu sorriso não era o mesmo. Quando vi a enfermeira com a sacola, e escutei os barulhos dos comprimidos a ficha caiu totalmente. Confesso que tive que fazer um esforço para manter a respiração controlada, minha cabeça já estava a mil por hora... Ela me explicou tudo e me incentivou a tomar o primeiro ali mesmo, para ajudar a dar coragem. Recusei!
Me conheço, preciso fechar os ciclos, me preparar, me despedir, finalizar as coisas. Precisava de um ou dois dias de preparo, precisava respirar.
Passando pela psicóloga do hospital, sabendo da minha vontade inicial em não tomar a medicação, me perguntou: "Sabendo da possibilidade de estar no grupo que tomaria os remédios, porque ainda assim desejou participar da pesquisa?"

Estar em um local onde poderei ser bem assistido por uma grande equipe traz uma tranquilidade, cedo ou tarde terei que entrar nessa rotina, talvez seja melhor que seja cedo mesmo, quando ao invés de estar um pouco debilitado e tendo apenas o acompanhamento de uma médica, estou em ótimo estado e com um grupo todo me dando suporte, além é claro de não pensar só em mim, afinal esse estudo é para o bem de todos!

Nenhum comentário: