sábado, 15 de outubro de 2011

Maratona Hospitalar


Participar da pesquisa START faz com que eu visite o hospital a cada 4 meses para uma maratona de exames. Acabo de completar 1 ano no programa  e com isso passei boa parte do dia por lá.
Depois de um jejum básico começamos com o clássico exame de sangue com muitos, muitos "potinhos" cheios de sangue. Em seguida muita água para fazer o exame de urina. Depois vem o encontro com o médico. Exames de pressão...pesagem...conversa sobre a saúde atual...momento tira dúvidas e coisas assim. Isso tudo já durou uma manhã inteira, mas ainda faltava o encontro com a psicóloga que além de uma boa conversa, realiza também o exame neurológico. Testes de memória e coordenação motora que, como bom competidor, me deixam bem animado, apesar de já notar pequenas alterações comparado aos primeiros meses. Por ser o mês 12 também passei por um eletro. Contagem dos comprimidos para saber a porcentagem da minha adesão ( que fica claro que foi 100%) e uma última conversa a respeito da mudança dos meus remédios. Em vez de 7 comprimidos, agora serão apenas 5 devido ao uso do Truvado que junta o Tenofovir e Emtricitabine em um só!
Pego meus remédios e marco meu retorno...

5 comentários:

Wandeilson Lucena disse...

Meu querido amigo, o seu Blog me deixou totalmente emocionado! Chorei em tudo que é post... É que eu choro com tudo mesmo... Sinceramente, eu gostaria de te ver um dia, pra batermos um papinho, pra falarmos sobre a vida... Como ela é injusta, não? Essa vida apronta tanto comigo também... Estou te seguindo no Blog, também tenho um:
www.wandeilsonlucena.blogspot.com
Ah, meus parabéns pelo Blog! Vou ficar sempre passando aqui... Um grande abraço e nunca desista do que você tem que fazer! =D

Werner disse...

Querido, estou sempre torcendo por ti. Bom te ver de bom humor, crente e ativo quanto ao teu tratamento. Como te disse alguns post atras, sou estudante de medicina e trabalho com pesquisas clínicas, mas na área de oncologia. Fico mto feliz em ver que tu se sente seguro participando da tua pesquisa. Toda força do mundo pra ti! Abração!

Anônimo disse...

LUAN,MIL DESCULPAS!!!Desculpas por eu ter me metido em sua vida e por ter desconsiderado a sua importância para as pessoas.Eu fiquei tão preso a minha filosofia que não compreendi que o mundo não é apenas feito de aspectos negativos.Agora eu entendo que é possível ser admirado pelas pessoas e que isso não tem,necessariamente,a ver com pena ou algo do tipo.Duvidar de todas as boas intenções não foi a coisa mais sensata que eu fiz.E eu nunca tive o direito de escrever o que eu escrevi ou insinuar as coisas que eu insinuei.De novo,peço-lhe desculpas pela minha falta de limites.Mesmo que eu esteja convicto,você nunca me fez nada e nunca se demonstrou maléfico ou algo do tipo.Eu abusei,inclusive,de sua paciência.É possível que você seja amado e tenha amigos.Tudo é possível.O problema é que eu quis ver apenas a minha filosofia.Sinto muito.Tente ser feliz o quanto vc puder.Ser feliz também é possível se você acreditar.Adeus.

Werner disse...

Clap! Clap!
Acho pedidos de desculpa sempre super válidos! Ainda mais quando parecem sinceros.

J. Mond disse...

Sabe Luan,eu estava pensando que talvez os cientistas tratem o HIV de forma não muito adequada.Eu acho que o combate direto ao vírus não resolve.É muito falho.Eu acredito mais em um combate indireto.O que você acha se,talvez,o organismo fosse fortalecido o suficiente para enfraquecer o vírus e,a partir daí,alguma coisa for aplicada no sistema imunológico para tentar matá-lo (HIV) de vez?Eu acho que a resposta não está em uma vacina.Isso já está mais que provado.O que você pensa a respeito?Entre em contato comigo e vamos discutir a questão:julyandnave@hotmail.com (como é meu MSN,poderemos conversar ao vivo se vc quiser).