segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Vômito de raiva...


Pensei que ia destruir minha casa ou alguma coisa. A minha vontade era essa. Fiquei com medo.

Mudanças físicas passam a ser percebidas com um certo tempo. O que descobri ultimamente é a rejeição por bebidas alcoólicas. Tenho passado mal... venho tendo ressacas bem fortes. Cada dia que passa reduzo mais, passo casamentos, formaturas, baladas com mais água, suco, refrigerantes, etc. Cerveja eu já vinha reduzindo pois ela ataca meu intestino e já tenho o Kaletra (um dos componentes do meu coquetel) para esta função...

Hoje saí e me alimentei direito mas estava afim de ficar "alegre". Não misturei, não exagerei...apenas fiquei na vodka e assim foi. Tudo ok, voltei para casa e me alimentei. De repente, do nada me abaixei no vaso sanitário e joguei tudo para fora....tudo mesmo... junto com o vômito saiu uma raiva, uma raiva tão forte que meu amigo não conseguiu dizer nada....respirei...coloquei um música alta e me apertei contra a parede.... minha vontade era de gritar....era de dar murros na parede...quebrar algo para ver se passava aquele sentimento. Meu amigo apagou as luzes e me deixou sozinho. Nem chorar eu consegui direito.
Raiva primeiro de mim mesmo... por ter deixado isso acontecer com a minha vida... raiva pela doença... me senti patético, passei o dia todo animadinho por ter conhecido alguém, mas alguém bem mais novo.... acredita que eu conseguiria fazer algo né!
A respiração ainda esta entalada... preciso dormir e ver se passa.

Um comentário:

Pancake Chris disse...

Quando estiver assim me fala, vamos gritar, quebrar coisas em qualquer lugar...botar para fora. Mas nunca, nunca se sinta patético e não fique mal por ter ficado feliz em conhecer alguém novo q te deu alegria, isso não é ruim, muito pelo contrário, são mais momentos felizes. O corpo já está mais frágil (isso tbm por causa dos remédios) mas não fique triste, é difícil ter q mudar e ver vc mudando sem vc querer, mas isso não quer dizer q não seja possível encontrar a harmonia. encontrar o ponto de poder se extravasar sem fazer mal ao corpo. Amigo, fique bem e saiba que to aqui ! te amo ;)