sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Universo ao meu redor


Um sorriso, uma lágrima e um beijo... um Adeus. ( espero que vire um até logo... espero mesmo)
Me falaram: Você tem que se acostumar, sabe que será difícil alguém te aceitar assim.
Eu sei...eu sei, mas não queria... não hoje, não desta vez. A rejeição não é algo fácil...e digo em qualquer circunstância da vida. Mas dói mais quando é assunto amoroso. Mas no final de tudo só posso dizer uma coisa. Não fique assim, não é fraqueza, não é falha de caráter é apenas... humano. Não consigo deixar de me colocar no lugar dos outros, por isso, sei que não é fácil. Dias como hoje fazem com que eu não encontre perspectiva de felicidade futura, fazem com que veja apenas a minha solidão como algo certo, mas este otimismo que nasceu comigo chega a me incomodar e no fundo, lá no fundo mesmo, fica de leve uma esperança em ter algo como o que tive nestas duas semanas . Um abraço seguro, um olhar confortante, um beijo gostoso, uma risada espontânea e um carinho suave. Carinho.... hoje em dia é o que mais sinto falta. Penso menos em sexo, mas em carinho penso todos os dias e isso dói, machuca e às vezes explode... tanto que não consigo me conter e essa dor transborda, só que não posso fazer nada a não ser pedir para não me abandonar e se isso não acontecer guardarei comigo as boas lembranças, pois pra mim isso é o que me fortalece.

6 comentários:

MacDi disse...

Relaxa,no fim dará tudo certo...Se a pessoa te classificar pela doença,é porque ela nunca te amou de verdade.Não fique desesperado por isso.Sua hora vai chegar.Calma.Fica tranquilo.

Diogo disse...

Tudo tem a hora certa pra acontecer, sou - e há 3 meses estou me aventurando numa relação sorodiscordante, confesso que achei que seria algo mais simples... Mas quando me encontrei em risco (camisinha estourou, e isso nunca havia acontecido comigo antes, justo agora...) me sinto confuso, com medo e desarmado...

Luan disse...

Diogo.. vc procurou um hospital assim que isso aconteceu?? nessas horas é só vc tomar o coquetel por 28 dias e ser acompanhado por médicos!! Não se apavore... a outra pessoa tem carga viral indetectável?

Diogo disse...

Procurei sim! De dia! Pois aconteceu à noite! rs Imagina... Em pleno feriado a dificuldade que é... rs Não é todo lugar que tem o Cocktail disponível... Mas consegui! Estou seguindo os procedimentos... Meu namo tem a carga viral detectável, faz os acompanhamentos de praxe, mas ainda não precisa tomar os remédios. Estou tentando manter o equilíbrio, seja o que tiver que ser! =)

Luan disse...

Que bom que está se cuidando... e é isso mesmo.. seja o que tiver de ser. O importante é se cuidar e seguir seus sentimentos! =)

Anônimo disse...

Fui diagnosticado ja faz 5 anos fiz acompanhamento por um tempo porem quando a minha medica disse que precisaria começar com os remedios eu deseperei o medo de alguem ver eu buscando a medicação, alguem descobrir acabou me isolando faz dois anos que não vou na medica porem o medo me assombra todos os dias...nunca contei pra ninguem e tenho medo da reação das pessoas...tento levar uma vida normal porem sinto que não posso adiar mais e devo voltar a procurar ajuda porem tenho medo...pode parecer ridiculo mas passei esses 5 anos desejando que o dia de começar a tomar remedio nunca chegasse...imaginei que sofreria um acidente ou algo tragico acontecesse e eu partisse antes de precisar de medicação...não quero morrer tenho muito coisa pra viver ainda porem tenho medo e nao sei o que fazer...