domingo, 13 de maio de 2012

Resposta ao Góes!!


Gostaria de saber se os coquetéis atuais impedem aquele tipo de estágio que a gente conhecia antes,quando uma gripe era capaz de se transformar em pneumonia num portador de HIV ou isso depende da reação de cada organismo?Thanks.

Em primeiro lugar gostaria de deixar claro que não sou médico (rs), e o que divulgo aqui são coisas que pesquisei e que acredito.Vamos lá....
Acho que tudo depende de cada corpo, mas antigamente isso acontecia justamente por não termos muitas opções de medicação, o que impossibilitava de manter o CD4 alto (que cuida do nosso sistema imunológico). Mas o risco sempre existe. Confesso que desde que descobri a doença raramente peguei uma gripe, mas outras infecções, mais difíceis de se prevenir acabam ganhando espaço e por isso o cuidado tem que ser o mesmo. Da mesma forma que ninguém proíbe você de beber ou tomar chuva por conta do tratamento, mas se você sabe que isso enfraquece seu corpo, prejudica sua resistência por quê fazer? Ficar atento continua sendo importante, mesmo com as chances de coisas mais catastróficas acontecerem estarem reduzidas.

4 comentários:

Góes disse...

Muito obrigado.Abraços.

Letícia disse...

Passei só pra dizer q to com saudade!!!! Bjaaaooo

Victor Santos disse...

Eu tb, depois que comecei com os remédios, nunca mais fiquei "doente". As vezes pinta uma fraqueza, dor no corpo, mas não passa disso. De diferente só aquele abcesso no rosto do mês passado. Semana que vem eu tenho consulta, saber o cd4, confesso que estou "preocupado", fui muito displicente com os remédios, tomei em horarios diferentes, tomei uma vez ao dia, bebi pacas durante um festival em Guarapari, 3 dias seguidos sem tomar remédios direito... Aff, espero que não tenha mudado muito.
Bjo Luan!

Góes disse...

Só mais uma coisa:eu sempre tive dúvidas sobre essa questão hiv e AIDS.Se uma pessoa está com a doença desenvolvida e mantiver relações sexuais com alguém,esse outra alguém só corre o risco de pegar o vírus hiv ou ele pegará a doença em si?