segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Casa de ferreiro...


Muito ainda está por vir, justamente pois chegou um momento que esta troca que acontece aqui no blog fez eu perceber que algumas coisas estão se tornando maiores do que eu e fica impossível ignorar alguns fatos.
Não sou mais o mesmo e não teria como. Depois de quase 3 anos percebo meu amadurecimento não apenas em relação à doença mas em toda minha vida. Isso ocorreu também pela troca aqui existente. E-mails de pessoas me apoiando e outros em que pude apoiar alguém, isso é transformador e tocante.

Existe um colega próximo passando pela mesma doença, mas no caso dele, ninguém sabe. Apenas um amigo em comum sabe e veio falar comigo por conta de sua preocupação. Hoje passei por um momento típico de seriado pois, diante de uma situação, não consegui mais aguentar este fardo e comentei com um outro amigo nosso com a intenção de conseguirmos fazer algo para ajudar. Sei que cada um leva a doença da sua forma, mas diante de pesquisas que venho fazendo, minha maior luta é justamente para a redução deste preconceito existente no portador do vírus. Me sinto com as mãos atadas e impossibilitado, justamente eu que consegui ter um alcance muito bom devido ao blog e minha postura, não sei como ajudar alguém tão próximo. Que sensação ruim. Não vou passar por cima do desejo dele, não irei confrontá-lo, mas tentarei ficar atento pois me preocupo.
Muitas vezes o silêncio é uma forma de lidar com situações complicadas, mas também pode ser uma maneira angustiada de pedir ajuda! Espero que fique bem... e me desculpe =/

Nenhum comentário: